14 de maio de 2014

Resenha: REC - Kimi Ga Naita Hi


Eu sei que já foi postado sobre esse mangá aqui, mas puuuts ele é tão perfeito que não aguentei. Quem conhece esse mangá sabe. Quem não conhece,  tem que conhecer agora!
Se você é do tipo de pessoa que curte um romance com suspense, esse mangá vai te conquistar. Vale ressaltar que esse mangá é tipo "O choro é livre para todos os públicos", literalmente, isso porque eu nunca chorei tanto lendo um mangá (com exceção Orange, nada supera também). Se eu pudesse definir só com algumas palavras seria: Lindo, emocionante, tocante e marcante. São apenas quatro capítulos, mas te envolve de uma maneira que não dá nem pra explicar. Não preciso nem dizer que entrou na minha lista de favoritos, né?     
Imagino que vocês já não devem estar aguentando essa faladeira, então vamos lá.

REC - Kimi Ga Naita Hi


Sinopse: Aizawa Minani é uma menina que nunca chorou em toda sua vida. Ela é desajeitada com seus sentimentos e sempre carrega com ela uma filmadora e grava tudo o que gosta. Por causa de suas peculiaridades, ela é rotulada como aberração e alienada por seus colegas.Satoru é seu colega de classe, ele é um ator recém aposentado que a entende. Eles rapidamente se tornam amigos, mas Satoru esconde um segredo de Minami e do mundo...
Mangaká: Makino Aoi
Volumes: 4 Capítulos (Concluído)
Talvez eu que seja coração mole demais, mas só sei que chorei, do início ao fim.  Pessoas, esse mangá é destruidor. Eu pessoalmente não gosto tanto assim de mangás curtos, porque depois fico em uma crise de não aceitação do fim ("Ok, ccadê o resto?Tem mais né? Tem que ter mais, socoorr"), porém esse me conquistou já nas primeiras páginas, simples assim. Foi amor a primeira página. 
Eu achei bastante original a história, principalmente pelo fato da protagonista não ser compreendida (e não se compreender), mostrando como as pessoas podem ser horríveis, principalmente com o que não entendem. Outro ponto interessante é o hábito que Minami tem de estar sempre acompanhada de sua câmera, gravando sempre que possível. E uma frase que causou muito impacto sobre esse costume dela foi: "Eu não filmo pessoas, porque eu odeio elas". Ai. 
E não é só isso, como ela se sente e é vista como uma anormal por nunca chorar, ela sempre achou que fosse algum defeito, afinal Minami não tem conhecimento de ninguém que nunca derramou uma lágrima sequer, mesmo diante de acontecimentos tristes. Até que ela nota que Satoru nunca sorriu de verdade, que ele é como ela.
Confesso que achei isso da mocinha que nunca chora e o boyzinho que nunca sorriu muito lindo aaaa
Enfim, me desculpem por repetir um mangá já postado, mas espero que as pessoas que ainda não o conhecia gostem bastante.  
Se quiser baixar clique aqui, se quiser ler online clica aqui.
Beijos e lágrimas (sim, eu ainda não superei),
Laura-chan.

9 comentários:

  1. Respostas
    1. E quem não chora né ? Hshau. Nem precisa agradecer, eu que agradeço por vc ter lido >3<
      oobrigada, bejos Laura.

      Excluir
  2. Concordo plenamente!! Li REC da primeira vez em que postaram a dica dele, e amei tanto que acabei repassando pra uma amiga ( resultado ela amou também, e ela não era de ler mangá) e concordo sobre Orange também, e agora que ela vai voltar (ou voltou) espero chorar muito mais^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São realmente dois mangás lindos, dois criadores de inundações hsauhs.
      Fico feliz que tanto a sua amiga como vc tenham gostado do mangá, é mt bom msm.
      Eu estou muito ansiosa sobre a volta de Orange, pena q n sei quando volta ://
      beijos e obgd por ler

      Excluir
  3. Espero que não sofra bullying por isso, mas eu chorei na última página...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se preocupem, é realmente lindo. Quem não chora afinal ? Ç.Ç

      Excluir
  4. Respostas
    1. E muito <3
      Que bom q gostou e obgd por ler.

      Excluir

Comentem o que quiserem,porque acima de tudo é a sua opinião!!!
Sempre respondo todos os comentários ;)

Theme por Erica Pires © 2011 - 2012 | Powered by Blogger | Todos os direitos reservados | Melhor Visualizado no Google Chrome | Topo