25 de outubro de 2014

Resenha: Shinyuu to Watashi no Suki na Hito

Olá pessoal, sim eu não morri. Eu sei que já estão cansados de não ver mais post novos (qualquer coisa dá uma passada no MSB Online e procura alguns mangás pra você), mas tá difícil pra mim.Vivi não está podendo postar e parece que a cada dia que passa eu estou menos motivada, graças ao fato de ter um monte de coisa de escola e nem mesmo um minuto pra ler ou assistir algum anime. Para vocês terem uma ideia, eu to deixando de acompanhar até meus favoritos, como Dengeki Daisy, Ao Haru Ride, L-Dk e Taiyou no Ie.
E o pior de tudo mesmo: Perdi todos os meus mangás (e Doramas, pode isso produção?). Eu formatei meu computador recentemente e passei tudo para um HD externo, justamente pra não perder nada. E olha só acho que duas pastas ficaram de fora.
Mas voltando, como sei que é um saco ficar lendo minhas reclamações, vamos pra resenha. Mas antes, gostaria de dizer que estou pensando em reduzi-las, pra ficar menos cansativo pra vocês. Tipo como as da Vivi.
O nosso mangá sortudo da vez é:

Shinyuu to Watashi no Suki na Hito

Gênero: Shoujo, Romance, Esporte
Volume(s): 1 Volume (Completo) - 3 Caps. + Extra + 2 One (fora da história) 
Mangaká: Yagami Rina
Sinopse: Ayu e Kaho são melhores amigas desde a infância. Elas são exatamente diferentes, e mesmo ambas sendo bonitas, não são muito fãs dos homens. Mas um dia, Kaho acaba se apaixonando. E coincidentemente, o mesmo menino convida Ayu para jogar futebol, e ela sente seu coração acelerar também... O que será dessa amizade?

Sobre a nossa protagonista, ela tem somente uma amiga, a Kaho, e sua amizade é super valorizada e é vista como prioridade pela Ayu, justamente por isso ela opta por esconder seus sentimentos pelo garoto para não magoar sua amiga, mas tudo dá errado quando a Kaho descobre que o 
E pra você que lê mangá e está cansada(o) do mesmo papo clichê de: "Você gosta dele também, não é?" "M-Me desculpe" "Estou com tanta raiva. Mas posso te perdoar. Se você fizer uma coisa.." "O quê?" "Não se aproxime dele/Me arrume pra ele/Deixe ele pra mim", (ou seja, quando a melhor amiga é na verdade uma vaca infeliz que só pensa em si mesma e faz a pobre da protagonista desistir do seu amoor), pode ser que venha a gostar desse mangá, pois a história desvia desse papinho, yuhuu!. 
Eu devo admitir que gostei desse mangá por detalhe, como: leveza na história, daquelas que você lê pra passar o tempo, mas claro que o coração dispara em alguns momentos. Sem falar que  quando sua melhor amiga é apaixonada por um cara, vira uma treta bagunça enorme, mas apesar disso, é um mangá bem divertido e achei original a protagonista ser uma jogadora de futebol, uma Marta japonesa. E também mostra o lado da pessoa que fazia parte do triângulo amoroso, mas não é escolhida e como ela lida com isso. 
Entretanto, o único defeito que apontaria é que a história se desenvolve de maneira bem rápida, claro que é não pra ter uma história bem detalha em três capítulos, mas eu sou o tipo de pessoa que prefere ver o desenrolar de um romance, ver tudo acontecendo de forma natural, até as brigas. Mas, se você não vê problema, essa é uma boa história para ler.
Mas enfim, a resenha de hoje é isso e se você se interessou, clique aqui para baixar.  

P.S: Achei muito suspeita uma página do mangá, então irei colocar aqui. Que comecem as teorias, muah. 


Beijos, Laura-chan.
Theme por Erica Pires © 2011 - 2012 | Powered by Blogger | Todos os direitos reservados | Melhor Visualizado no Google Chrome | Topo